quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Suspeito é aguardado no presídio de Altamira

A transferência de Henrique Buchinger Alves, apontado como mandante do assassinato dos pais - Luís Alves Pereira e Irma Buchinger Alves - e do irmão - Ambrosio Buchinger Neto - para o município de Altamira, sudeste do estado, deve ocorrer ainda esta semana. Henrique foi preso na última terça-feira (19), em Goiânia-GO, durante a operação "Iscariotes".
 
Foto: Polícia Civil
Além de Henrique, foram presos Matheus de Oliveira Costa e Francisco Denis Leite, em Altamira, e Aguinaldo Soares, conhecido como "Andrade", em Itaituba. Os três teriam sido contratados por Henrique para executar os familiares.


A polícia não disse ainda o que teria motivado o triplo homicídio. O que se sabe, por enquanto, são apenas boatos: interesse em dinheiro de uma boa herança e problemas pessoais são os mais citados por moradores da cidade.
 
Andrade chegou ontem em Altamira. Foto/Felipe Adams
Os quatro suspeitos permanecerão recolhidos no presídio regional em Altamira à disposição da Justiça, até que as investigações sobre a motivação e as circunstâncias do crime sejam aprofundadas, e poderão ter suas prisões preventivas solicitadas de acordo com o resultado do que for apurado.

Investigações prosseguem

De acordo com a Polícia Civil, haveria ainda uma quinta pessoa envolvida no triplo homicídio. As investigações, no entanto, seguem em sigilo. Nas redes sociais, várias pessoas suspeitam e comentam sobre a possível participação da filha do casal morto, Chiara Buchinger.

Em seu perfil no Facebook, uma pessoa comentou na foto em que aparece a família reunida. "Seus covardes, monstros!!". Em seu próprio perfil, o autor da mensagem afirmou: "O que mandou matar chorou!! Imagina qual a participação da que nem derramou uma lágrima...", comentou sugerindo a participação de Chiara. A Polícia Civil, no entanto, não informou até o momento se a jovem, que também reside em Goiânia, é considerada suspeita.

O caso

Luís Alves Pereira e Irma Buchinger Alves e o irmão Ambrosio Buchinger Neto foram mortos na madrugada do dia 07 de janeiro, em Altamira. Eles foram amarrados e asfixiados. Durante a ação criminosa, Chiara Buchinger e Henrique Alves, foram levados para o banheiro, mas conseguiram fugir e chamar a polícia. A fuga de ambos e certa "frieza" em postagens em redes sociais levantaram dúvidas sobre a participação de ambos nos assassinatos.

Em depoimento após a morte dos pais e do irmão, Chiara e Henrique informaram que os bandidos vasculharam toda a residência e pediram dinheiro, mas não esclareceram porque não foram levados para o mesmo cômodo que as vítimas.


(DOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário