segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Um menor de apenas 14 anos confessa que estuprou e matou uma garota de 8 anos

A POLÍCIA JÁ TEM O AUTOR DO ASSASSINATO SOB CUSTÓDIA.
Um crime cometido com requinte de crueldade, que acabou despertando a revolta da população. A pequena Camila Sousa da Silva, de apenas oito anos de idade, foi estuprada e morta por asfixia na madrugada de domingo dentro de um dos quartos da casa da família, no bairro Maria Madalena. 
Casa da família onde a criança tudo aconteceu
O crime aconteceu por volta das 02h. A reportagem foi até o local, onde conversou com o padrasto da criança, que não quis gravar entrevista, mas informou que ainda chegou a ver um desconhecido dentro da casa, logo depois do crime. Raimundo Nonato dos Santos conta que acordou com um barulho dentro da casa e foi averiguar, deparando com o bandido ainda em contato com a vítima. 

Na casa da família, o clima era de comoção e revolta. O corpo de Camila foi conduzido para o Instituto Médico Legal, onde foi constatado estupro e a morte por asfixia. 
Mãe e padrasto prestam depoimento
Na tarde de domingo, homens do serviço reservado da PM conseguiram a informação de que um vizinho, menor de idade, estaria tentando levantar dinheiro para sair de Itaituba. O jovem era conhecido pelo vício do álcool, e foi visto rondando a casa da criança.

Confirmadas as suspeitas, os policiais seguiram algumas pistas e conseguiram localizar o infrator, que já estava a cerca de sessenta quilômetros de Itaituba. Trazido para Itaituba, o adolescente de quatorze anos foi ouvido pela polícia e confessou a autoria do crime. Ele também confirmou que foi visto, mas que estava armado e o padrasto da criança não se aproximou.
 EM DEPOIMENTO O MENOR CONFESSA QUE ESTUPROU A MENINA É MATOU.
 Com riqueza de detalhes, o acusado ainda disse como matou a menina e, em seguida, violentou o cadáver.



Nenhum comentário:

Postar um comentário