terça-feira, 4 de fevereiro de 2014

Coronel paraense assume comando do 53º BIS

A troca de comando é uma tradição das instituições que compõem o sistema nacional de defesa. No caso do exército, os comandantes das organizações militares, como o 53º Batalhão de Infantaria de Selva, passam dois anos à frente da unidade e logo são substituídos. No caso do 53º BIS, o coronel Marco José dos Santos assumiu o comando em janeiro de 2012 e, neste dia quatro de fevereiro, foi exonerado do cargo, sendo substituído pelo coronel Marcelo Benassuly Bogéa.
O coronel paraense Marcelo Bogéa acumula vinte e cinco anos de serviço no Exército e a ele foi dada a liberdade de escolher a organização militar para a qual seria designado como comandante. Foi quando ele decidiu pelo 53º BIS, em sua opinião, por ser uma das mais conceituadas sob o comando da 23ª Brigada. Por ocasião da cerimônia de troca de comando, o coronel que entra presenteou o coronel que sai, por uma questão de reconhecimento pelo bom trabalho prestado durante os últimos dois anos.


A cerimônia foi presidida pelo general Stevam Cals Theófilo, comandante da 23ª Brigada de Infantaria, e começou com a inauguração do retrato do coronel Marco José dos Santos na galeria dos imortais ex-comandantes do 53º BIS. O general também presenteou o coronel que sai, simbolizando o reconhecimento da Brigada pelo desempenho do oficial à frente da organização militar. O coronel Marco também recebeu um presente do presidente da Associação dos Veteranos do 53º BIS.

Em seguida, aconteceu no pátio de formatura do quartel a finalização da cerimônia, com as palavras dos oficiais e o desfile da tropa. Autoridades locais e convidados acompanharam toda a programação, que encerrou com o desfile da tropa.








Nenhum comentário:

Postar um comentário