segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Trânsito: seis acidentes no final de semana em Itaituba

Os indicativos não são nada otimistas, e apontam que, mesmo com as sucessivas e insistentes campanhas de conscientização, os acidentes de trânsito aumentam de forma alarmante, e o que mais assusta é que esses acidentes, mais de 93% envolvendo motos, têm como vítimas jovens na faixa etária dos 14 aos 28 anos.
 
Foto: Arquivo
A reportagem começou pela Seccional de Polícia, para onde foram levadas as motos. No local, foi possível se ter uma ideia da violência dos acidentes. A parte dianteira do veículo, que recebe o primeiro choque, fica destroçada. Se uma pancada é tão forte a ponto de destruir um veículo de metal, dá de imaginar o que não faz com um ser humano de carne e osso.


As vítimas dos acidentes são encaminhadas de imediato para avaliação médica na emergência do Hospital Municipal. São rapazes que vieram de vários locais, até do interior do município, mas as ocorrências têm semelhança entre si, bem como os resultados. Fraturas nos braços e pernas, pancada violenta na cabeça ou coisa mais grave, como uma vítima que estava em avaliação com traumatismo craniano.

A situação é grave e já ultrapassa os limites da tolerância. Não é mais possível para as famílias serem atingidas pelos impactos emocionais causados pelos acidentes, que, por incrível que pareça, matam sem fazer barulho e sem chamar a atenção, mas já estão entre os primeiros no ranking das causas de mortes no país há mais de quinze anos. Médico plantonista, que já fez vários alertas, volta a bater no assunto e defende que as campanhas podem render efeitos, mas falta maior presença das famílias, já que, pelo menos, metade dos acidentados é formada de menores.

(Repórter: Mauro Torres)

Nenhum comentário:

Postar um comentário