terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Ananindeua e Tucuruí poderão ganhar curso de medicina

Os municípios de Ananindeua e Tucuruí poderão ganhar curso superior de medicina em instituições particulares de ensino a partir de 2014. A lista foi divulgada na manhã desta terça-feira (3) pelo MEC (Ministério da Educação) por meio do 'Diário Oficial da União' e também contempla outros 40 municípios brasileiros pré-selecionados para a implantação de novos cursos de graduação de medicina. Segundo os critérios de avaliação, o município deve ter no mínimo 70 mil habitantes; não ser uma capital e não ter curso de medicina em seu território.


A partir da divulgação da portaria, que caracteriza a segunda fase do processo, os municípios pré-selecionados receberão agora a visita da comissão de especialistas para verificação da estrutura de equipamentos públicos e programas de saúde existentes. A terceira etapa do processo será a análise da infraestrutura e melhoria destes equipamentos públicos.

Ainda segundo a portaria, os municípios que não foram pré-selecionados têm até o dia 9 de dezembro para entrar com recurso, já que o resultado final será divulgado dia 18 de dezembro e confirmado no 'Diário Oficial da União' do dia 20.

A portaria contempla a Lei que criou o Programa Mais Médicos, que prevê a criação de 11.447 vagas em faculdades de medicina até 2017.

Veja os municípios pré-selecionados:

Bahia: Alagoinhas, Eunápolis, Guanambi, Itabuna, Jacobina e Juazeiro
Ceará: Crato
Espírito Santo: Cachoeiro de Itapemirim
Goiás: Aparecida de Goiânia
Maranhão: Bacabal
Minas Gerais: Muriaé, Passos, Poços de Caldas e Sete Lagoas
Pará: Ananindeua e Tucuruí
Pernambuco: Jaboatão dos Guararapes
Piauí: Picos
Paraná: Campo Mourão, Guarapuava e Umuarama
Rio de Janeiro: Três Rios
Rio Grande do Sul: Erechim, Ijuí, Novo Hamburgo e São Leopoldo
São Paulo: Araçatuba, Araras, Assis, Bauru, Cubatão, Guarujá, Indaiatuba, Jaú, Limeira, Mauá, Osasco, Pindamonhangaba, Piracicaba, Rio Claro, São Bernardo do Campo e São José dos Campos.

Redação Portal ORM

Foto: O Liberal

Nenhum comentário:

Postar um comentário