quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Homem confessa assassinato de vereador em Vigia

Homem confessa assassinato de vereador em Vigia (Foto: Divulgação/TSE)
A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (23) Bruno da Silva Moraes de 18 anos, que confessou ter assassinado a facadas o vereador José Maria Ribeiro Pinto Marques, em Vigia, no nordeste paraense. Ele foi encontrado na casa da avó em Castanhal. Bruno foi autuado em flagrante por latrocínio, que é o crime de roubo seguido de morte. Com o preso, foram apreendidos R$ 460 em dinheiro, roubados da casa da vítima. Em depoimento, na Polícia Civil em Castanhal, o acusado admitiu ter premeditado o crime.


Conforme apurou o delegado Cleiton Costa, o acusado declarou que frequentou por dois anos e meio a casa do vereador, e o ajudou nos afazeres domésticos e cuidados com a saúde do político. Segundo Bruno Moraes, há cinco meses, o vereador o mandou embora, após acusá-lo de furtar objetos de valor do imóvel.

Morador na comunidade Itapoá, zona rural de Vigia – mesma localidade onde morava o vereador –, Bruno contou que na tarde de terça-feira (22), ficou aguardando a chegada do vereador, pois sabia que ele havia recebido o pagamento do salário na Câmara de Vereadores, um dia antes.

A vítima foi abordada pelo acusado, e durante a discussão, Bruno Moraes pegou uma faca que estava guardada na cozinha e esfaqueou José Maria. Em seguida, pegou o dinheiro e fugiu para Castanhal. Segundo o delegado, Bruno Moraes agiu sozinho, não havendo outros envolvidos no crime. Ele permanecerá recolhido em Castanhal, onde será encaminhado a um presídio para responder pelo crime na justiça.

(DOL com informações da Polícia Civil)


Nenhum comentário:

Postar um comentário