segunda-feira, 1 de julho de 2013

Rixa antiga termina em morte na Vila de S. Luis do Tapajós

Foto ilustrativa
O índio Mário Oliveira Karú, da etnia Munduruku, mora na Vila de São Luis do Tapajós. Ele não imaginava que seu final de semana seria de tragédia na família. Mário compareceu ao hospital municipal para fazer o reconhecimento e reclamar o corpo do enteado, Gimaildo Karú, um jovem de vinte e três anos, que morreu logo após dar entrada com profundos golpes de terçado no rosto e no braço esquerdo. Mário contou que a morte de Gimaildo foi uma tragédia anunciada. Uma rixa com um parente de dezoito anos acabou em confronto entre os dois. O índio contou que o enteado tanto ameaçava quanto era ameaçado pelo parente.


A agressão aconteceu em via pública, na Vila de São Luis do Tapajós. Os dois jovens não se entendiam há muito tempo, e todos os parentes já sabiam que uma situação como essa iria acontecer. O padrasto disse que por várias vezes tentou aconselhar o enteado.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário