terça-feira, 18 de junho de 2013

Prefeito de Belém diz que manifestação e um ato democrático

Prefeito promete ainda entregar primeira etapa do BRT até o final de 2013.

Protesto reuniu cerca de 10 mil pessoas na última segunda-feira (17), em Belém (Foto: Gil Sóter/ G1 PA)

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho (PSDB), reconheceu, nesta terça-feira (18), que a manifestação pacífica realizada por mais de 13 mil pessoas na tarde de segunda (17), na capital paraense, é um ato democrático. "É o ato importante para o Brasil. As obras do BRT (Bus Rapid Transit) em Belém foram retomadas com o objetivo de melhorar o serviço do transporte público na capital"
Zenaldo garante que, até o final de 2013, a prefeitura irá finalizar a primeira etapa das obras do projeto, o que traria melhorias no fluxo do trânsito da capital. "Nós retomamos às obras para dar continuidade ao projeto. Vamos liberar o trânsito no Complexo Viário do Entroncamento com a construção de três novos elevados para contribuir com a melhoria do trânsito para a população", concluiu.
A manifestação
Na última segunda-feira (17), cerca de 13 mil pessoas se reuniram para uma manifestação em frente ao Mercado de São Brás, no início da avenida Almirante Barroso, em Belém. O objetivo do ato era chamar a atenção da sociedade e protestar por melhorias nas condições de vida da população. O ponto de início do protesto é onde fica o início das obras do BRT.
Os manifestantes bloquearam uma das pistas da avenida, um dos principais corredores de tráfego da capital paraense. As milhares de pessoas seguiram em caminhada até o Entroncamento, trevo que dá acesso aos balneários do distrito de Belém e também à rodovia BR-316, única via de entrada e saída do município.

Na primeira etapa, serão concluídos os elevados do Entroncamento e a pista do BRT na avenida Almirante Barroso. O projeto começou a ser construído na via em 2012 com a proposta de diminuir o tempo de viagem de ônibus, mas as obras pararam por causa de problemas no projeto.
As obras do BRT foram retomadas a partir do Complexo do Entroncamento na última quinta-feira (13). Neste trecho serão concluídos os viadutos, com objetivo de desafogar o trânsito e, em seguida, nivelar toda a extensão da avenida Almirante Barroso novamente, permitindo a circulação de automóveis em todas as quatro faixas.
Ao todo o trecho do projeto que abrange a Avenida Almirante Barroso, a partir do bairro de São Brás, e avenida Augusto Montenegro até a entrada do distrito de Icoaraci, corresponde a R$ 376,8 milhões.
A pista do BRT pode ser usada por algumas linhas de ônibus assim que o trecho ficar concluído. A medida deve ser adotada pela Autarquia de Mobilidade Urbana (Amub) para dar evitar os congestionamentos até a conclusão total do BRT.
fonte:G1-PA

Nenhum comentário:

Postar um comentário