sexta-feira, 3 de maio de 2013

Protestos marcam Audiência Pública sobre garimpagem no Tapajós


A Audiência Pública que pautou a questão garimpeira no rio Tapajós e o decreto 714 foi um dos eventos sociais que obteve uma grande mobilização na região com participação dos municípios de Jacareacanga, Aveiro, Trairão, Novo Progresso e Itaituba além das cooperativas de garimpeiros, mineradores, comerciantes de Itaituba e população em geral. Os comerciantes de Itaituba fecharam as portas em apoio à mobilização.

A audiência realizada na tarde desta sexta-feira (3) no Ginásio Municipal de Itaituba contou com as presenças de autoridades estaduais e municipais, entre elas, o secretário de Estado de meio Ambiente (Sema), José Alberto Colares.


Com faixas de protestos e gritos que expressavam insatisfação,  mais de cinco mil pessoas, participaram desse evento lotando as arquibancadas e quadra do ginási. Os representantes de cooperativas criticaram a decreto assinado pelo governador Simão Jatene. Eles pleiteiam o acesso à licença ambiental e a presença da Secretaria Estadual de Meio Ambiente na região. Além disso, querem um prazo maior para adequação às normas ambientais.

De acordo com o decreto a concessão ou renovação de licenças ambientais minerais no leito do rio somente serão possíveis após análise técnica da Secretaria Estadual de meio Ambiente-Sema.




 

Nenhum comentário:

Postar um comentário