quinta-feira, 9 de maio de 2013

Médico sofre atentado dentro do Hospital Regional

Paciente desferiu seis tiros e cinco atingiram o médico Edson Filho

Durante a ação do franco atirador, o médico Edson Ferreira Filho foi atingido com cinco tiros, entre os quais, dois atingiram os ombros esquerdo e direito, um tiro atingiu o braço, outro atingiu o pulmão.  O quinto tiro acertou o peito do médico, o qual teve a coluna comprometida, por conta do projétil. Uma fonte informou que a situação do médico até agora é estável, mas corre sérios riscos de ficar paraplégico.


O comandante do grupo Tático Operacional da Polícia Militar (GTO), capitão Wilton Chaves, conta que havia uma viatura próxima ao Hospital Regional quando foi realizada uma ligação para o serviço 190, do Núcleo Integrado de Operações (NIOP).
Arma usada por Elionaldo

Após chegar ao local, a Polícia Militar prendeu em flagrante Elionaldo Silva. Ele foi conduzido para a 16ª Seccional da Polícia Civil, onde foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio.
Hospital Regional de Santarém

Em depoimento, Elionaldo disse que sofre de problemas e, que há cerca de 10 anos conhece o médico Edson Filho, o qual teria prometido que lhe curaria da doença. Como a cura não veio, Elionaldo afirma que programou o crime e veio de Rurópolis especialmente para assassinar o médio. Ele afirmou que pediu permissão a Deus para matar o médico Edson Ferreira.
Fonte: RG 15/O Impacto e Manoel Cardoso



Nenhum comentário:

Postar um comentário