quarta-feira, 22 de maio de 2013

Malária: Semsa realizou ações preventivas nos garimpos do Mamoal e Tocantinzinho


A Secretaria Municipal de Saúde de Itaituba através da Coordenação de Educação em Saúde (IEC) realizou no período de 16 a 18 nos garimpos do Mamoal e Tocantinzinho uma ação educativa com a finalidade de despertar atenção dos males ocasionados pelo álcool e cigarro, além de prevenção à malária. Nesse trabalho de campo que contou com as parcerias das empresas mineradoras Pronorte e Brazauro foram realizadas ações como a entrega de calendários educativos sobre a malária; distribuição de preservativos além de visitas em domicílio com o intuito de ser traçada uma estratégia de controle à malária nessas localidades.


O garimpo do Mamoal já foi um dos maiores geradores de malária do município de Itaituba, mas hoje essa realidade mudou. A população garimpeira diminuiu e os índices de incidência e conforme o IEC os índices estão quase zerados, porém, ainda em situação de vulnerabilidade para novos surtos da endemia. Nesse contexto, a Secretaria Municipal de Saúde mantém uma estrutura física para diagnóstico e tratamento na região.


Já no garimpo do Tocantinzinho foram realizadas palestras sobre a prevenção da malária e levantamento da logística para realizar ação de impacto para diminuir a incidência da doença. No primeiro quadrimestre do ano a região produziu 821 casos de malária.

Conforme Evilson Costa coordenador de endemias da Semsa, nos dois garimpos foi apresentado um breve histórico da doença, biologia do parasita, drogas de primeira escolha e sua ação, bem como, a incidência da malária na região e as medidas de prevenção individual e coletiva.

(Ascom-PMI)

Nenhum comentário:

Postar um comentário