segunda-feira, 25 de março de 2013

Corpo de homem é encontrado proximo de Rurópolis


No início da noite de ontem, dia 21/03/2013, por volta das 20hs, policiais civis, sob o comando do delegado de polícia civil, Doutor Ariosnaldo Vital Filho e policiais militares, sob o comando do SGT/PM Gilson Vidal deslocaram-se em diligências até a comunidade Pebolândia, localizada à 22km, do centro da cidade de Rurópolis, zona rural, onde foi encontrado o corpo já em estado de putrefação de homem até então desconhecido.


O achado de corpo foi comunicado pelo presidente da comunidade senhor Claudemir Ferreira Alves, o qual afirmou para o delegado de polícia civil que no final da tarde de ontem, quando retornava do trabalho pela Rodovia transamazônica sentiu fortes odores vindo da mata, às margens da estada, bem como uma aglomeração de animais, como urubus e cães, foi então, que resolveu adentrar no matagal para ver o que tinha ali, deparando-se com um cadáver trajando camisa em malha vermelha com a inscrição X 74 TRAMA, bermuda quadriculada, em avançado estado de putrefação, sendo que os urubus e cães, já haviam comido a perna do cadáver. O agricultor então foi até a comunidade próxima e conseguiu entrar em contato com o destacamento da polícia militar.


A equipe de policiais Civis e Militares foram em comboio até aquela comunidade. O delegado de policia civil, Doutor Ary Vital Filho conversou com populares, os quais informaram que não reconheceram a pessoa encontrada morta, inclusive que até o presente momento ninguém daquela comunidade foi dada como desaparecida.

A polícia civil continua nas investigações e ainda não foi possível a identificação da pessoa morta.

De acordo com o delegado de polícia civil, Doutor Ariosnaldo da Silva Vital Filho, em razão do avançado estado de decomposição, o corpo foi levado para o necrotério do cemitério com apoio dos funcionários da funerária Floral Pax e foi solicitado ao hospital municipal que disponibilize corpo técnico para realizar exame cadavérico afim de que possa se diagnosticado a causa morte, inclusive se há sinais de violência contra a pessoa, somente assim se pode confirmar a existência de crime.
Fonte: Garimpando Notícias 

Nenhum comentário:

Postar um comentário